terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Em 2012 vou....

Malhar e perder uns pesinhos;
Falar menos e escutar mais;
Terminar de ler meus livros começados;
Voltar a estudar;
Ser mais tolerante com as pessoas;
Voltar para o inglês;
Viajar para o exterior;
Conhecer um novo Estado brasileiro;
Curtir mais a família e meus amados sobrinhos;
Cuidar de mim e do meu bem;

O primeiro ano do resto da minha vida, se inicia uma vida a dois, cheia de desafios e grandes aprendizados.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Enfim, férias...

Depois de tanta expectativa começou minhas férias, agora sem pressa, sem horários e sem compromissos, paro pra pensar e me sentir de novo. Hora de cuidar de mim, voltar a escrever, como senti saudades de escrever, e não me faltou tempo, faltou tranquilidade e inspiração, coisas a fazer, muitas coisas acontecendo.
Fizemos uma grande viagem, viagem ao proibido que não aguentava mais ficar disfarçado, nem sempre é bom saber que você tinha razão, ter razão não é ser feliz, ter razão não é a melhor solução, principalmente, se você não souber o que fazer com a sua razão.
Pois sim eu tinha razão e daí? o mundo não ficou mais lindo nem mais poético por causa disto, bem pelo contrário.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Café da manhã na padaria da esquina.

Acordei sem pressa, nada na geladeira, solução: café da manhã na padaria da esquina, só assim curto um pouco o bairro onde moro, ainda cedo, todos preguiçosos e, por sorte, todos de bom humor, dia ensolarado, o mar voltando a seu tom esverdeado, voltando a sua beleza natural, já tem dias que o mar estava barrento e a ventania não me atrai pra um banho de mar, por aqui ninguém parece ter pressa, as crianças caminham sozinhas até a escola, que fica ao lado da padaria, homens tomando café ao meu lado, os mesmos que encontro no supermercado, fazendo compras, parecem que moram sozinhos e são muito independentes, será que passo a mesma impressão, talvez não, talvez por ser mulher pareça um pouco relaxada, por deixar a geladeira vazia, sem dramatização, mas a verdade é que com mulher a cobrança é foda, deixa pra lá, sou relaxada mesmo, só tenho compromisso com minha vontade mesmo.
Moro e trabalho na praia, hoje a noite tem lua cheia e acordei de bem com a vida, trabalhei ao som de Cássia Eller, Maria Rita e quem não falta nunca, Lenine. Estou exercitando a pratica de não falar mal de ninguém, ouvir mais, achar menos, se não entender, apenas balançar a cabeça, tenho conseguido ótimos progressos neste meu empenho, e, por mais inacreditável que pareça tem sido bem interessante, sempre me pareceu que não dar minha opinião iria parecer que não me importo, que iria parecer que não estou nem aí pra meus amigos, mais nem sempre soava assim, na maioria daa vezes, sempre pareci arrogante, mais por fim tem sido legal, outros assuntos, mais leveza e mais tolerância, ontem na praia me senti outra pessoa, não bati de frente com a minha super sinceridade, que ninguém tá afim de ouvir, talvez por isto acordei tão melhor com a vida. No trabalho ouvi vários comentários sobre a vida dos outros, ri e não alimentei a corrente, não importa qual a tua intenção, se acredita que vai ajudar ou se quer fuder mesmo, não vale a pena.
Estou vivendo uma ótima fase, sem problemas, isto sim é o que importa....


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Homem é tudo sem noção...I

         Adoro o blog Homens são todos palhaços, acho que não exista uma mulher que não tenha uma pérola a contar na aventura de se aventurar amorosamente, tentarei lembrar alguns momentos hilários, bem, lembrem-se hilários hoje, pois que, no momento ocorrido, não foi nada engraçado.
         Vou começar pelo queridinho das mulheres, aquele tipo filha-da-puta que todas as mulheres amam, perdoam e terminam super amiga do cara e achando que no fundo, bem lá no fundo ele ainda esta afim delas, acreditem, além de sentir que o cara ainda esta na minha depois de anos e que basta eu piscar e ele cai de amores até hoje, duas outras amigas já me falaram que sentem a mesma coisa, mais vamos lá:
        Começamos a ficar e logo o cara veio com as famosas palavras, não estou afim de me envolver, estou numa fase introspectiva, xxx, mais tudo bem vamos curtir, até que estava aproveitando os fins de noites, as intermináveis conversas a dois e alguns momentos reservados pra mim. Até que um dia o convido pra ir ao teatro, um evento na cidade que reunia toda a galera da cena alternativa, ele disse que não ia pois estava um pouco gripado, febril e iria dormir e descansar, tudo bem, fui sozinha, e lá logo encontrei algumas colegas, sentamos e ficamos conversando até que o telefone de uma delas dá um toque, ela fica euforica e diz que é fulaninho,  sim, o fulaninho era o queridinho das mulheres, ao tentar ligar de volta o telefone dela cai a bateria e ela fica sem ter como ligar de volta, na mesma hora ofereço meu telefone, ela liga insistentemente e ele não atende, ela ficou super ansiosa, e ligou mais outras duas vezes e o fdp achando que seria eu do outro lado do telefone não atende, afinal, não era o meu dia na fila. Então, sem que ela soubesse de nada ofereci a bateria do meu celular, que por outra feliz coincidência era igual ao dela pra ela ligar, sem estranhar ela fez a ligação do celular dela com minha bateria e acreditem se quiser, na primeira chamada, ele atendeu.   E logo começou a conversa entre os dois e ele a chamou para ir ao apartamento dele, então falei pra ela dizer a ele que eu estava mandando um abraço e perguntando por que ele não atendeu ao meu telefone, o cara ficou chocado e começou a se justificar, e assim, mais um triangulo amoroso foi desfeito, acabou toda a credibilidade que ele tinha de criar desculpas esfarrapadas e manter a situação, depois descobri que ele estava pegando várias amigas minha e já tinha passado na mão de metade da cidade e o melhor com passagem comprada pra o Rio de Janeiro pra ir morar com a titular do cargo de namorada, viajou, casou, foram felizes por alguns tempos e começo deste ano voltou, pegando geral novamente....E, acreditem me olha com aquela cara de amiguinho, carente que estava morrendo de saudades de mim.
          Semana passada mais uma amiga, que fica com um grande amigo meu, veio me falar que ele até hoje é apaixonado por ela e que teve raiva de mim por algum tempo quando ficou sabendo que eu tinha tido uma história com ele, ninguém merece....kkkkk

  

Por quê? I parte....

Remexendo os arquivos da amiga R. li uma pergunta que ficou sem resposta, que não sei se foi feita a mim, por ter sido remetida a uma amiga S., não importa, preciso me responder esta pergunta.
Por quê deixar um cara de quem vc esta apaixonada por cansaço? Lembrando bem do tamanho do cansaço que vivi, fisico e emocional, sem levar em consideração as expectativas atuais, posso responder que por acreditar que merecia algo melhor, por acreditar, com todas as forças, que o que não me trás alegrias não me serve, que expectativas futuras que nunca se realizam, valem menos do que uma boa companhia pra um belo jantar, valem menos do que a liberdade de estar disponível para ser feliz, de que o que tem de ser não depende de uma dependência unilateral que só te fode, que se submeter a infelicidade não é o melhor caminho pra se conquistar o amor de um homem.
Sempre invejei as mulheres bem amadas, bem comidas, que nunca estão sozinhas e lembro como me marcou a frase de uma amiga super-poderosa, que sempre escolhia os homens que bem queria e sempre os melhores e ela me falava que não aceitava nada menos do que ser amada, que se um cara a tratasse mal ela nem tomaria conhecimento da sua existência, e assim, exigindo ser bem tratada, minha amiga MH sempre foi a mulher mais feliz e bem comida que conheci. Sei que não existem receitas, mas alguns princípios te livram do precipício. Melhor ser amada que amar, amores tortuosos, só tendem a te deixar torta, se você não é capaz de alimentar tua auto-estima, afaste-se de quem te coloca pra baixo e tenha carinho e respeito por quem te admira.
Sem querer criar clichês e sem fugir deles, acredito que um homem possa respeitar uma mulher sem amá-la mas é impossível um homem amar uma mulher sem respeitá-la, e se caso ocorra, triste desta mulher.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Depois de meses sem voltar nesta casa, me senti agredida por tanto vermelho....
Mas,agora estou muito cansada, fisicamente falando,  pra mudar a decoração, deixa pra depois, agora o que importa é a sensação de estar de volta, de querer escrever sem mesmo ter o que dizer, tenho tanto pra falar, que nem sei como começar, a mesma sensação que sinto quando olho ao meu redor, quando olho meu apartamento, cheio de necessidades de mim, precisando de mim pra se organizar, pra ficar a minha cara, gavetas a arrumar, poeira pra ser removida,  chão precisando de panos úmidos.
Eu sou a minha casa. Precisando de mim, precisando de cuidados meus, enquanto eu fico pregada em frente a esta tela, sem coragem nem pra tomar água e adorando todas estas sensações, deixa pra lá. Amanhã, já tenho tudo planejado, vou caminhar, arrumar, amar, fazer e acontecer. ,  kkkk, todos os dias meu lado Pink pergunta ou meu lado Cérebro o que vamos fazer amanhã, e a resposta é sempre a mesma..... vou dominar o mundo...Por momento me basta dominar meu travesseiro perfumado, entre lençóis 100% algodão, lençóis que aprendi a amar graças a minha amiga Quel, kkkk  agora esta é a felicidade absoluta.....

terça-feira, 26 de abril de 2011

Em casa

Do trabalho direto pra casa, largar roupas, sapatos e bolsa pela sala, esparramar no sofá.
Jantarzinho pra um, ler meus blogs preferidos, e os tantos indicados, me embriagar de mim mesma.
Folhear minhas revistas, me bezuntar em cremes, depois de dias de ausência deste lugar.
Uma semana vivendo a vida dos outros que agora também é a minha...
Acordar, dormir, meio que sem despertar.
Lembro-me bem o que a amiga R. sempre diz, que minha racionalidade não é real, e agora sinto como se tivesse perdido o controle, não depende mais de mim, não depende apenas de mim, e é muito difícil flutuar.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

O que sara, que sara?

Estou feliz, nunca fui tão feliz com alguém, amo meu amorzinho.
Mas confesso hoje visitei a página proibida, me trai, me boicotei...
Confesso e me sentencio, INOCENTE.
Caixinhas pretas flutuam na minha mente, erros, sabotagens, mas não cai.
Apesar de alimentar uma fantasia inconsequente, me entrego cada dia mais a felicidade.
Me permito a leveza de ser, de estar feliz....

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Incondicionalmente.....

A nada mais condicional no mundo que o amor entre um homem e uma mulher...Como poderia dar certo?
Esperamos tanto, exigimos tanto, são tantas condições, tantas pressões...Como poderia dar certo?
Te amo, mas.... Estou com tantas saudades, mas...Quero muito ir, mas....Você esta lindo, mas....Não quero ir, mas se....
Talvez o amor carnal entre pessoas possa ser definido como Se, mas, depende, talvez, se, se, se....Se a rotina não nos separar, se as contas não atrapalhar....se, se, se....
Então! sim te amo, se você permitir vou te amar sempre, se você também me amar........

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Carta do dia - A PAPISA

O Arcano conselheiro diz que esta chegando a hora de aplicar todas as teorias, será que dou conta?
Morro de inveja daqueles que curtem bem o dia, acordam cedo, tomam um belo café, caminha a beira-mar, jogam um frescobol ou fazem algum esporte aquático, mas definitivamente, esta não sou eu, estou mais pra morcegão, adoro a noite, sempre foi assim, minha hora pra ler, estudar, fazer uma faxina, arrumar minhas roupas, tenho que estabelecer um horário pra dormir, senão, vejo o dia amanhecer...Perco horas em frente a esta telinha, depois me arrependo de um monte de coisas que deixei de fazer, termino fazendo aquele lanchinho depois das dez que engorda horrores, e acordo sempre sem fome, como pouco pela manhã e nem sempre como bem, não sou geração saúde...Nunca perco o sono, não é isto, se deito durmo feito pedra, sempre dou trabalho pra acorda, mas se posso trocar a noite pelo dia, fica tudo bem.
Quem sabe na terceira idade, ao invés de estar voltando pra casa depois da farra com o dia claro, estarei saindo pra caminha no calçadão.