quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Café da manhã na padaria da esquina.

Acordei sem pressa, nada na geladeira, solução: café da manhã na padaria da esquina, só assim curto um pouco o bairro onde moro, ainda cedo, todos preguiçosos e, por sorte, todos de bom humor, dia ensolarado, o mar voltando a seu tom esverdeado, voltando a sua beleza natural, já tem dias que o mar estava barrento e a ventania não me atrai pra um banho de mar, por aqui ninguém parece ter pressa, as crianças caminham sozinhas até a escola, que fica ao lado da padaria, homens tomando café ao meu lado, os mesmos que encontro no supermercado, fazendo compras, parecem que moram sozinhos e são muito independentes, será que passo a mesma impressão, talvez não, talvez por ser mulher pareça um pouco relaxada, por deixar a geladeira vazia, sem dramatização, mas a verdade é que com mulher a cobrança é foda, deixa pra lá, sou relaxada mesmo, só tenho compromisso com minha vontade mesmo.
Moro e trabalho na praia, hoje a noite tem lua cheia e acordei de bem com a vida, trabalhei ao som de Cássia Eller, Maria Rita e quem não falta nunca, Lenine. Estou exercitando a pratica de não falar mal de ninguém, ouvir mais, achar menos, se não entender, apenas balançar a cabeça, tenho conseguido ótimos progressos neste meu empenho, e, por mais inacreditável que pareça tem sido bem interessante, sempre me pareceu que não dar minha opinião iria parecer que não me importo, que iria parecer que não estou nem aí pra meus amigos, mais nem sempre soava assim, na maioria daa vezes, sempre pareci arrogante, mais por fim tem sido legal, outros assuntos, mais leveza e mais tolerância, ontem na praia me senti outra pessoa, não bati de frente com a minha super sinceridade, que ninguém tá afim de ouvir, talvez por isto acordei tão melhor com a vida. No trabalho ouvi vários comentários sobre a vida dos outros, ri e não alimentei a corrente, não importa qual a tua intenção, se acredita que vai ajudar ou se quer fuder mesmo, não vale a pena.
Estou vivendo uma ótima fase, sem problemas, isto sim é o que importa....